Uma menina, uma carta e a certeza que sim, a paz vencerá!

No dia seguinte aos eventos de Nice, hoje é mais um daqueles dias em que sou carregada por um turbilhão de pensamentos, que fazem minha confiança titubear.

Afinal, podemos ter a esperança de um mundo onde a paz persevere?

Eis que meu Skype faz PLOM.

É meu colega, Prof. Eric Rohmer, francês nato, um dos grandes especialistas na área de robótica no Brasil, me enviando um link que sabia que me interessaria.

Ele sabe do meu interesse por modelos computacionais de emoção e não ia perder a oportunidade de ralhar comigo: “Ela quer fazer o que você deveria estar fazendo!”

Num dia triste para seus país de origem, mal sabia ele que esta leitura era tudo que eu precisava no dia de hoje pois, nada melhor para iluminar um dia nublado do que um pequeno raio de sol.

Neste caso, o raio de sol tem apenas 10 anos e ele me faz lembrar que não devemos esmorecer, pois sim, a paz vencerá!

Segue a tradução do post
original
.

Resposta à menina de 10 anos que aplicou para o Paris Summer Innovation Fellowship

Por Kat Borlongan

Isso vai fazer valer seu dia, eu prometo. Eva, uma menina de 10 anos, se inscreveu no nosso programa de bolsas verão junto com doutores da Ciência de Computação e urbanistas experientes.

Um resumo de sua inscrição:

“As ruas de Paris estão tristes. Eu quero construir um robô que as faça felizes novamente. Eu já comecei a aprender a programar robôs Thymio, mas eu estou com problemas de fazê-los funcionar. Eu quero me juntar ao programa para que mentores possam me ajudar”.

Essa é minha resposta a ela.

“Querida Eva,

A resposta é sim.

Você foi selecionada para um dos primeiros programas de Bolsas de Verão de Inovação de Paris dentre um conjunto de candidatos ilustres de todas as partes do mundo: urbanistas reconhecidos, cientistas de dados e especialistas de hardware. Eu amo seu projeto e concordo que mais deveria ser feito, por meio da robótica ou de outras maneiras, para melhorar as ruas de Paris e fazê-las sorrirem novamente.

Estou escrevendo para você pessoalmente porque sua inscrição me inspirou. Não havia nada no website que dizia que o programa estava aberto a crianças de 10 anos mas, como você deve ter notado, também não havia nada que dissesse que não era permitido. Você nos disse abertamente que teve problemas em  fazer seu robô funcionar e que precisava de ajuda. Isso foi uma coisa bastante corajosa de se admitir e foi exatamente isso que nos convenceu a aceitar seu projeto. Humildade e vontade de aprender para superar nossas limitações estão no coração e na alma da inovação.

Espero que seu trabalho em robótica encoraje mais jovens garotas ao redor do mundo não apenas a programarem, mas a serem tão corajosas como você, pedindo ajuda e buscando ativamente diferentes maneiras de aprender e evoluir. Mais boas notícias: eu escrevi à Thymio, a companhia de robôs que desenvolve a tecnologia que você usa e pedi que eles designassem um especialista para ajudar você pessoalmente. Eles decidiram que esta pessoa será o próprio presidente da companhia. Eles também lhe fornecerão seu último modelo de robô.

Bem-vinda à nossa nave espacial, Eva.

Nós estamos muito ansiosos para conhecê-la pessoalmente.

Os melhores votos de Paris,

Kat Borlongan Founding Partner

Five by Five www.fivebyfive.io

PS Por favor peça para seu pai me ligar :)”

 

Paula D. Paro Costa

Cientista desde o nascimento, Engenheira e Professora da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação, na Unicamp. Atua nas áreas de processamento digital de imagens, aprendizado de máquina, ciência dos dados e computação afetiva. Nas horas vagas, trabalha para que crianças e jovens tenham contato com as áreas de ciências, engenharia e tecnologia.

8 comentários em “Uma menina, uma carta e a certeza que sim, a paz vencerá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *